quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Maldita...

...foi na semana antes do Natal que uma otite se apoderou de mim, andei 3 dias com dores terriveis, ao 4º dia não aguentei mais e levaram-me ao hospital. No hospital confirma-se a otite, só tinha de seguir o tratamento à risca para a curar, assim foi...1 semana de tratamento, 2/3 dias seguintes bem, e eis que a otite resolve passar para o outro ouvido, mas neste ouvido passou mais rápido e consegui estar 4/5 dias bem (uau, que bom...). Ontem, a maldita otite voltou a atacar-me em força, mas que grande merda! São dores terriveis, muito fortes...como é possível doer tanto???

Hoje perguntei à minha mãe (também já teve otite) se ter uma otite dói mais do que ter um filho (já teve duas filhas), ao que me respondeu: A mim, custou-me menos ter duas filhas, pois tive a sorte de serem dois partos naturais, rápidos, curtos e pouco dolorosos, já a otite foi uma dor insuportável.

Eu queroooo ser como a minha mãe, sentir que me dói mais uma otite do que ter um filho, porque se ter um filho dói tanto ou mais como ter uma otite, na altura de o ter vou gritar muitoooo...que dor insuportável, caramba.

Nota: Este post só foi possível porque estou sob o efeito da porcaria dos medicamentos que tenho de tomar, porque daqui a pouco quando o efeito passar, ui ui ui...

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.